terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Hotel Gramado

Gramado é linda, mas a páscoa em Gramado, no Rio Grande do Sul é um evento à parte. O Chocofest ganha notoriedade nacional e pessoas de todo o Brasil vão até a cidade para prestigiar a festa.
Entre as diversas opções de entretenimento está o divertido Planeta Chocolate, que conta com diversas atrações, como a Nave Espacial, que traz dentro dela coelhos e se transforma em um palco com apresentação de música, dança e ilusionismo. No Planeta Chocolate também é possível encontrar quatro luas, divididas em Lua do Saber, Lua do Cacau, Lua do brinquedo e Lua do Verde, cada uma com um atrativo para as crianças. Além disso, no Planeta Chocolate há vários brinquedos, como Jump, cama elástica, Surf Mecânico e piscina de bolinhas.
Outra bela atração do Chocofest é o Desfile de Moda em Chocolate, que se inspira na ideia que acontece em Nova York e Portugal e apresenta o chocolate como forma de vestuário.
Mas a cidade de Gramado não se resume só a uma data comemorativa. Se você já programou outra viagem para a Páscoa, poderá visitar a cidade em qualquer época do ano e contará com outras atrações. Listamos para você as 10 melhores:
1- Rua Coberta: Com certeza, um dos lugares mais charmosos da cidade, a Rua Coberta sempre hospeda algum festival ou apresentações. Seu interior conta com lojas de chocolate, couro, confecções, malhas, artigos esportivos e livraria. No inverno os turistas e moradores do local vão até a Rua Coberta para aproveitar a diversidade de cafés e o bistrô. No Natal, o charme da rua é incrementado com decorações e a conhecida Árvore Cantante, palco de apresentações de corais.
2- Mini mundo: O Mini Mundo é um parque de lazer no formato de uma mini-cidade. Localiza-se próximo ao Boutique Hotel Varanda das Bromélias e conta com réplicas de grandes obras arquitetônicas no mundo, em um tamanho 24 vezes menor que as originais. Atualmente conta com 140 réplicas, entre elas, o charmoso  Aeroporto de Bariloche, na Argentina, e o Castelo de Neuschwanstein, na Alemanha. No espaço há também parque de diversões infantil, lanchonete e lojinha.
3– Palácio dos Festivais: palco do famoso e disputado Festival de Cinema de Gramado, que acontece todos os anos, desde 1973. O Festival premia filmes do Brasil e da América Latina e tem grande reconhecimento. O evento acontece durante o mês de agosto e, nessa época, um tapete vermelho é estendido por toda a Rua Coberta para receber seus convidados e a imprensa especializada. Durante a noite, nos finais de semana, o cinema é aberto a visitações.
4- Lago Negro: O Lago Negro surgiu após um incêndio que destruiu a mata existente na região. No local, Leopoldo Rosenfeldt construiu em 1953 um lago e decorou suas margens com árvores trazidas da Floresta Negra, localizada na Alemanha, que acabou por batizar o local como Lago Negro. Sua água é profunda, com a cor verde escuro predominando. Ao redor do lindo lago há uma pista com pinheiros, indicada para aqueles que praticam cooper. No lago também há pedalinhos em formato de cisnes. O passeio permite que os turistas apreciem as coloridas azaléias e as hortênsias azuis.
5- Aldeia do Papai Noel: A Aldeia do Papai Noel fica no Parque Knorr, no centro da cidade, e funciona durante o ano todo oferecendo várias atrações, como a visita à fábrica em que o Papai Noel constrói os brinquedos, com seus ajudantes. Na aldeia há também a Casa do Papai Noel, que foi construída em 1940, e renas de verdade, importadas da distante Europa. Além disso, os visitantes podem visitar o chalé dos ursos que conta com pelúcias em movimento, e a Praça da Neve, composta de neve artificial.
6- Dreamland Museu de Cera: A cidade de Gramado é a primeira cidade na América Latina a hospedar um museu de cera, como os famosos Museus Madame Tussaud, em New York e Londres. No Museu é possivel encontrar esculturas de personalidades como Charles Chaplin, Elton John, Mike Tyson e Robin Williams. Os bonecos estão colocados em 17 cenários e as peças foram importadas de três museus: o Wax Museum Hollywood e o Madame Tussaud, de New York e Londres.
7- Festa da Colônia: De 08 de abril a 02 de maio de 2010 acontece a Festa da Colônia. Criada em 1985, como parte da programação da Festa das Hortênsias, em 1986 se desvinculou da festa e entrou no calendário turístico da cidade. Durante os dias de duração, os descendentes de italianos e alemães que habitaram o local vão até o centro de Gramado levando sua cultura e interagindo com as pessoas da cidade. Na programação do evento estão desfiles dos maravilhosos carros típicos, enfeitados com objetos usados diariamente no campo, bandinhas e grupos folclóricos, produtos artesanais e uma farta gastronomia típica, que inclui no cardápio as famosas tortas alemãs.
8- Fábricas de chocolate caseiro: São o forte da cidade de Gramado é a produção de chocolates. Com fama nacional, sem dúvida é um dos motivos que atrai muitos turistas à cidade. O diferencial de Gramado são suas fábricas caseiras, que mantêm o processo artesanal de produção de chocolate, participando inclusive da geração da matéria-prima utilizada. Entre as fábricas artesanais de chocolate estão a Dolcemonte, a Lugano e a Prawer.
9- Roteiros de agroturismo: Com uma duração de aproximadamente 4 horas, o passeio de agroturismo é uma alternativa àqueles que gostam de apreciar as belas paisagens do interior e serve para uma aproximação cultural com a história dos colonizadores. Os passageiros têm três opções de passeio, a bordo de um Chevrolet Apache 1958. O roteiro disparadamente mais procurado é “O Quatrilho”, feito por estradas de chão através das localidades de Campestre do Tigre e Tapera, que margeiam cascatas, vales e plantações. O nome do passeio é em referência aos imigrantes italianos que inspiraram o livro e o filme do mesmo nome. Outra opção de passeio é o “Raízes Coloniais”, que leva os passageiros para conhecer as primeiras casas construídas pelos colonos, abertas à visitação. Por fim, o “Mergulho no Vale” é para aqueles que gostam de uma maior interação com a natureza, percorrendo cascatas e mirantes naturais, no vale do Quilombo. Em todos os tours os passageiros contam com serviço de degustação de comidas típicas.
10- Centro de Gramado: No centro da maravilhosa cidade de Gramado está a Igreja de São Pedro, que foi inaugurada em 1942 e tem uma estrutura montada em pedra basáltica e arte nos vitrais com imagens sacras. Também no centro fica a Praça Major Nicoletti, que foi inaugurada em 1936. Junto com a Igreja Matriz de São Pedro e o Palácio dos Festivais, compõe um dos cenários mais característicos da cidade.

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Gramado, que soube fazer do turismo sua maior fonte de riqueza

O Rotary Club Nova Imperador completou recentemente 20 anos de atividades e por conta disso promoveu um encontro dos seus membros em sua sede reunindo quase 80 pessoas que prestigiaram a abertura das comemorações. Recepcionadas pelo presidente do Rotary Imperador, Henrique Cordeiro Correia e seus companheiros, estiveram presentes ao evento os ex-governadores do distrito 4750 do Rotary Club, os empresários Silvio Ruiz Galvez e Dalton Carestiano, além do prefeito de Nova Friburgo Dermeval Barbosa Moreira Neto; o secretário municipal de Turismo José Motta, o rotariano Eugênio Amêndola, membros de outros Rotarys locais, representantes das principais instituições empresariais da cidade, instituições de ensino e profissionais diversos.
Na ocasião, foi realizado o seminário de turismo “O Brasil que dá certo”, com o exemplo vitorioso do município de Gramado, no Rio Grande do Sul, que tem características semelhantes a Nova Friburgo e obteve sustentabilidade com o turismo. 
— Essa é uma das marcar do Rotary Clube Nova Friburgo Imperador: trazer temas importantes para discussão com propostas que possam colaborar com a economia de nossa região — observou o presidente Henrique Cordeiro.
Ao basear o debate num exemplo de sucesso, Gramado, foram destacados a competência e o profissionalismo dos protagonistas do setor naquela cidade — apontada hoje como um dos mais procurados destinos turísticos do sul brasileiro. As inúmeras intervenções da plateia mostraram o acerto da escolha do debate e também a sua oportunidade, já que Nova Friburgo passa por um momento de reconstrução em todos os níveis, após a tragédia de janeiro passado.
Com a exibição do documentário “Natal Luz – 25 Anos”, desenvolvido em Gramado, os friburguenses puderam conferir a eficácia de um evento — quando bem trabalhado, produzido e organizado com o intuito de fortalecer um destino turístico, proporcionando grandes efeitos em sua economia. Observou-se que com o evento, Gramado beneficiou-se com mais investimentos no comércio, estimulando assim o emprego de qualidade e a distribuição de renda, já que é uma atividade econômica 100% exercida pelo homem.
Henrique Cordeiro anunciou ainda que a série de debates vai continuar e agora o próximo passo é trazer à Nova Friburgo as autoridades e os empresários, protagonistas do exemplo positivo de Gramado, para o prosseguimento desse fórum de discussões em busca de alternativas que possam alavancar a autoestima do povo e a reconstrução de Nova Friburgo, a partir da troca de experiências mais abrangentes e eficazes.
Na próxima terça-feira, 31, Gilvânia Garcia Machado, membro do Rotary Imperador, será a convidada do projeto “Minha história profissional em cinco minutos”, na reunião de companheirismo do clube de serviço.

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

POUSADA DO ENGENHO é opção de hospedagem na Serra Gaúcha

A temporada de verão se aproxima e diversos turistas dirigem-se ao litoral, multiplicando a densidade de habitantes por metro quadrado na areia tórrida. Para quem quer fugir desses atropelos, curtir férias com direito a um friozinho noturno, a Pousada do Engenho, na Serra Gaúcha (RS), apresenta-se como opção.

Recentemente integrada ao Roteiros de Charme, a Pousada do Engenho foi inaugurada no ano 2000, em um terreno coberto pela mata atlântica, e destaca-se por um conjunto arquitetônico de inspiração rústica que preserva o ambiente, oferece conforto, tranquilidade e privacidade de luxo para turistas.

A maior parte do público é formada por casais em lua de mel ou em busca do simples retiro junto à natureza. A Pousada tem hoje ocupação frequente nas 12 cabanas espalhadas pelas várias trilhas do terreno.

sábado, 31 de julho de 2010

Vendaval deixa 13 pessoas feridas na Serra Gaúcha

Um temporal com ventos fortes atingiu as cidades gaúchas de Canela e Gramado, na noite desta quarta-feira. O vendaval destelhou dezenas de casas e provocou ferimentos leves em 13 pessoas.

De acordo com informações da Defesa Civil, o temporal que atingiu a Serra Gaúcha ocorreu por volta das 21h, com ventos que superaram 100 km/h, derrubando árvores e destelhando mais de cem casas em Canela. Pelo menos três mil pessoas ficaram sem luz e outras dez estão desabrigadas. O prefeito do município deve decretar situação de emergência ainda na manhã de hoje.

segunda-feira, 1 de março de 2010

A comida é um atrativo à parte

Pode-se considerar que a gastronomia é mais um dos atrativos de Gramado, famosa pela fartura dos cafés coloniais, galetos com tempero impecável e o churrasco gaúcho, é claro. Tem ainda as casas de fondue e os chocolates finos, duas preciosidades obrigatórias para os turistas.

No café colonial, encontra-se desde bolos variados até carne de porco, passando por uma completa tábua de frios. E apesar do nome sugerir que ele é servido no café da manhã, na verdade é uma refeição que pode ser degustada a qualquer hora do dia.

A fartura e a cozinha experimentada no café colonial carrega muito das culinárias alemã e italiana. Pães, queijos, geleias, bolos, presunto, embutidos, leite, chocolate quente, vinho, salsicha bock, rosca, salada de frutas, iogurtes, pão de queijo (com muito queijo!), omelete e muito mais. Tudo isso em vários sabores.
Entre as vedetes do café colonial, talvez a mais famosa seja a cuca, uma espécie de bolo-símbolo de Gramado. A cuca é feita de uma massa à base de farinha de trigo com nata e noz moscada, coberta por uva preta e uma farofa conhecida por “streusel” – nome alemão.

A uva pode ser substituída por doce de laranja, maçãs ou bananas em fatia, doce de coco, ricota ou uma outra invenção do chef. Turistas costumam levar as cucas de Gramado na mala, porque mesmo com a receita exata pode acontecer do clima de outra região brasileira deixar o sabor do bolo diferente.

A fartura continua nos restaurantes especializados em galetos com massa fresca. Aí entra em cena a cozinha italiana e seus molhos sensacionais. Um bom churrasco não sai barato, algo em torno de R$ 80 por pessoa, mas compensa bastante.

Castelo alemão
Nos arredores de Gramado, mais especificamente na estrada que vai para a também muito charmosa cidade de Canela, o turista vai encontrar o Castelinho Caracol. É uma casa de chá com um toque de museu onde acredita-se vender a melhor apfelstrudel do País. Em tempo: apfelstrudel, em alemão, é torta de maçã.

E o aroma é fantástico!
O Castelinho tem suas peculiaridades: é uma casa construída em 1913, totalmente em madeira araucária, por um casal alemão – Luiza e Pedro Franzen – com uma técnica curiosa. O senhor Franzem tratou a madeira em imersão por seis meses em um riacho da região, que depois foi passada por tratamento biológico (não se conta como) e secada naturalmente por mais seis meses.

A construção foi idealizada por um austríaco. No primeiro andar do sobrado, as tábuas de madeira são apenas encaixadas umas nas outras, sem prego. Os ambientes do segundo andar estão do jeito que a família Franzen utilizava: os mesmos móveis, a mesma disposição, como se os antigos moradores estivessem acabado de sair para um passeio.

Os jardins do caracol também merecem uma visita. Com mata nativa, do jardim pode-se avistar casas de imigrantes alemães, a serraria do senhor Franzen e o Armazém dos Serradores.

O castelinho é famoso não só na região de Gramado. O sobrado alemão já foi cenário da novela global Chocolate com Pimenta e suas paredes guardam várias fotos dos atores Tarcísio Meira, Glória Menezes e Mariana Ximenes atuando e aproveitando as delícias gastronômicas do local. Ali também foi encenado um filme de terror.

Pacote para Gramado

Básico: transfer Porto Alegre / Gramado, city tour Gramado e Canela, tour uva e vinho com almoço incluso, tour nos parques e Gramado Zoo, transporte gratuito para todas as noites, transfer Gramado / Porto Alegre – de R$ 280 a R$ 320

Aventura: transfer Porto Alegre / Gramado, canyon do Itainbezinho em Land Rover, rafting, rapel Três Forquilhas, transfer Gramado / Porto Alegre – de R$ 540 a R$ 590

Serra Gaúcha Total: transfer Porto Alegre / Gramado, city tour Gramado e Canela, tour uva e vinho com almoço incluso, tour nos Parques e Gramado Zoo, trem Maria Fumaça, noite gaúcha, noite suíça, tour raízes coloniais com almoço incluso, transporte gratuito para todas as noites (hotel / centro de Gramado / hotel), transfer Gramado / Porto Alegre – de R$ 540 a R$ 620

Pacote aéreo + hospedagem para 7 dias/ 8 noites: R$ 2,5 mil em média, hotel 3 estrelas

A cidade de Gramado, na serra gaúcha atrai pelas belezas naturais, gastronomia e clima agradável

Andar por Gramado é como estar dentro de uma casa de bonecas. O estilo enxaimel trazido da Alemanha em suas construções (madeira, tijolo à vista e telhado caído), o charme da hotelaria, o café colonial rico em pães, cucas e frios, a vegetação entremeada por pinheiros e belas hortênsias – estas somente no verão – e o clima bastante agradável da Serra Gaúcha já são motivos suficientes para reservar uma agenda turística na cidade.

Gramado é uma cidade pequena, com cerca de 33 mil habitantes, no Rio Grande do Sul, que tem 90% de sua atividade econômica concentrada no comércio local. A principal avenida da cidade, a Borges de Medeiros, tem o terceiro metro quadrado mais bem avaliado do mundo, perdendo para a Champs-Élysées, em Paris, e para a 5ª Avenida, em Nova York. A informação é dos guias de turismo e deve-se levar em conta o bairrismo dos gaúchos.

Em dezembro, a cidade ganhou mais um ponto turístico: o Dreamland, o primeiro museu de cera temático da América Latina, que reproduz 33 celebridades mundialmente conhecidas distribuídas em 17 cenários. O Exterminador do Futuro (Arnold Schwarzenegger) é quem nos rececpiona. Elvis Presley e James Dean estão no bar Anos 50. E Elton John nos oferece uma música em seu piano.

Os ambientes são reproduzidos conforme o filme ou o contexto da personalidade esculpida em cera. O Indiana Jones tem sua caverna e Mike Tyson, seu ringue. Ronald Reagan e John Kennedy dividem o salão oval da Casa Branca. Todos com trilha sonora aos moldes de sua biografia.

Mas o museu tem seus pecadinhos. A reprodução da atriz Demi Moore, por exemplo, em nada se parece com ela e sua beleza merecia um retoque a mais na cera. Os bonecos são feitos de cera de abelha, em tamanho real e mantidos a uma temperatura de 24 graus. As peças foram feitas em Los Angeles (museu de Hollywood/ EUA).

A direção do Dreamland informa que mais celebridades chegarão ao museu ainda este ano. Entre elas, virão alguns famosos brasileiros e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já é anunciado como um deles.

Assim como o Dremland, Gramado reproduz outros mundos. Tem o Mini Mundo – réplica em miniatura de castelos, igrejas, construções, ferrovias famosas da Alemanha –, o Mundo a Vapor – outro museu em miniatura mostrando uma olaria e uma fábrica de papel, tudo a vapor. A sua fachada abriga um trem caído reconstruindo a famosa imagem da tragédia que aconteceu em Paris, no ano de 1895, quando um vagão avançou estação afora.

Até as fábricas de chocolate, muito famosas pelo sabor refinado de seus produtos, são um mundo à parte. Algumas delas oferecem um espaço de conto de fadas onde o turista tem acesso às lendas e à verdadeira história do chocolate.

Patrimônio verde
Rica também em ecoturismo, Gramado se esforça por manter seu patrimônio verde. O Lago Negro é um dos pontos turísticos onde a vegetação é o principal atrativo. Pinheiros de várias espécies rodeiam o lago – a araucária é a mais exuberante delas.

O guia informa que cortar araucária é crime inafiançável na cidade e ainda dá multa de R$ 2 mil. Ele mostra várias casas que foram construídas ao redor das araucárias, cujos troncos servem de decoração na sala de estar, na varanda e em ambientes mais íntimos. Tudo pela preservação.

Nos arredores de Gramado fica o Parque Estadual do Caracol. Um teleférico leva o turista cara a cara com a cascata do Caracol, que é o rio que dá nome ao parque. O verde lembra uma grande colcha felpuda e as hortênsias parecem nos espiar no caminho. Para os adeptos de esportes mais radicais, o local oferece a prática de tirolesa, rapel, entre outros.

Vídeos da Serra Gaúcha

Loading...